Alimentação Saudável na Gravidez

Para manter uma alimentação saudável na gravidez deve dar atenção à qualidade dos alimentos e fazer uma alimentação equilibrada. Acima de tudo, há que ter bom senso. Ler mais »

Amamentação… a opção é da Mãe

A amamentação é um ato de total liberdade, que deve depende unicamente da mãe e da criança. Se num dado momento a opção for outra, nada muda em termos de Amor. Ler mais »

Azia durante a Gravidez

A azia é um sintoma comum a partir do segundo trimestre da gravidez. O seu aparecimento deve-se ao aumento do útero e às alterações hormonais que ocorrem. Ler mais »

Viver a Maternidade... prepare-se para Ser Mãe

Não há nenhum manual que a ensine a ser mãe. Mas neste artigo damos-lhe dicas úteis que a ajudam a preparar-se para viver a maternidade que cresce dentro de si. Ler mais »

Gestação: as 4 Primeiras Semanas

Começam a formar-se o cordão umbilical e a placenta, bem como as extremidades, os pulmões e o tubo neural no embrião. A mãe também sente grandes alterações... Ler mais »

 

Arquivos de Etiquetas: trimestre da gravidez

Segundo Trimestre da Gravidez

O segundo trimestre da gravidez vai das 13 às 28 semanas.

Nesta fase a grávida sente-se menos nauseada, ao mesmo tempo que aumentam os seus níveis de energia, bem-estar geral e humor.

No entanto, a nível físico, é durante o segundo trimesmtre que as estrias podem aparecer, a par do aumento da barriga e dos seios. Também é bastante comum surgir na barriga uma linha vertical pigmentada a partir o umbigo, que se desvanece mais tarde – frequentemente após o nascimento do bebé.

Trimestres da Gravidez

A gravidez divide-se em três trimestres, cada um deles com as suas próprias características:

O primeiro trimestre vai até ao final de 12ª semana
O segundo trimestre começa na 13ª semana e vai até ao final da 26ª
O terceiro trimestre cobre a semana 27 até o final da gravidez.

O primeiro trimestre é um período muito importante da gravidez, pois quando o bebé começa a formar-se. Durante esta primeira fase, a mãe deve evitar ao máximo o consumo de álcool e não deve tomar medicamentos que interferiram com o desenvolvimento do bebé.

Mudanças na Gravidez

A gravidez é uma fase em que há grandes mudanças no corpo da mulher, enquanto gera uma nova vida dentro de si.

À medida que o embrião cresce até ser um bebé, o corpo da mulher sofre muitas mudanças. Além dos ajustes necessários para criar espaço para o bebé crescer, a mãe pode sofrer alterações de humor, náuseas, fadiga, estresse e dores nas costas. Todos estes são sintomas normais durante a gravidez, sendo o desconforto maior durante os primeiros meses. No entanto, há que ter em atenção que, como todas as mulheres são únicas, os sintomas podem não ser os mesmos que outra mulher sofre durante o período de gestação.

Mudanças que se fazem sentir em cada trimestre da gravidez

A Alimentação no 2º Trimestre de Gravidez

As adaptações que o organismo fez nos últimos meses já não são suficientes para alimentar a vida que cresce, cada vez mais depressa, na barriga da mãe. Por isso, no segundo trimestre de gravidez, é altura para aumentar o fornecimento calórico da dieta.

A mulher começará agora a comer para dois (mas não a “comer por dois”!). A alimentação deverá, pois, atender não só às necessidades nutricionais da grávida, mas também às do feto. Assim, há determinados cuidados que deverá ter nesta fase.

Cuidados a ter com a alimentação no segundo trimestre:

Terceiro Trimestre da Gravidez

O terceiro trimestre, que vai  das 29 semanas até ao final da gravidez, é o que se torna mais cansativo fisicamente para a mãe, devido ao aumento do volume do bebé no útero.

Às vezes torna-se muito difícil para a mulher adormecer, pela dificuldade que sente em encontrar uma posição confortável. De todas as posições para dormir, a mais indicada é de lado, sobre o coração (lado esquerdo), com a perna esquerda esticada e a direita ligeiramente dobrada, apoiada na cama.

Próximo das 36 semanas, o bebé dá a volta, ficando a cabeça virada para baixo, encaixada na pélvis. Esta mudança de posição do bebé origina uma pressão sobre a bexiga da grávida, aumentando, consequentemente, o número de vezes que esta sente necessidade de urinar.