Alimentação Saudável na Gravidez

Para manter uma alimentação saudável na gravidez deve dar atenção à qualidade dos alimentos e fazer uma alimentação equilibrada. Acima de tudo, há que ter bom senso. Ler mais »

Amamentação… a opção é da Mãe

A amamentação é um ato de total liberdade, que deve depende unicamente da mãe e da criança. Se num dado momento a opção for outra, nada muda em termos de Amor. Ler mais »

Azia durante a Gravidez

A azia é um sintoma comum a partir do segundo trimestre da gravidez. O seu aparecimento deve-se ao aumento do útero e às alterações hormonais que ocorrem. Ler mais »

Viver a Maternidade... prepare-se para Ser Mãe

Não há nenhum manual que a ensine a ser mãe. Mas neste artigo damos-lhe dicas úteis que a ajudam a preparar-se para viver a maternidade que cresce dentro de si. Ler mais »

Gestação: as 4 Primeiras Semanas

Começam a formar-se o cordão umbilical e a placenta, bem como as extremidades, os pulmões e o tubo neural no embrião. A mãe também sente grandes alterações... Ler mais »

 

Arquivos de Etiquetas: trabalho de parto

Parto na água

O parto é um momento único na vida da mulher. No entanto, todas as mulheres desejam que o parto seja calmo, tranquilo, sem grandes dores e sem complicações.

Hoje em dia, existem várias possibilidades para a realização do parto, sendo que as mulheres devem previamente fazer uma avaliação e uma análise dos prós e dos contras de cada forma e escolherem o parto que melhor se adapte à sua realidade e desejos.

O parto na água é uma das formas do parto natural, no qual a mulher fica numa banheira ou tanque, dentro de água a uma temperatura que oscila entre os 360C e 370C, de forma a cobrir toda a barriga da grávida que está em trabalho de parto. É de salientar que apenas deve entrar para dentro da banheira quando estiver com 5 cm de dilatação, uma vez que se entrar muito cedo as contrações podem abrandar e complicar o trabalho de parto. Caso comece a sentir um relaxamento total das contrações, deve sair da banheira, caminhar durante um tempo e, de seguida, voltar para a banheira, para a continuação dos trabalhos de parto. Enquanto estiver dentro da banheira deve beber bastante água, uma vez que corre o risco de desidratar ou sofrer um sobreaquecimento.

O que acontece na sala de parto?

O parto é um momento único na vida de qualquer mulher e deve ocorrer de forma tranquila, no maior conforto possível e com a privacidade que a grávida desejar. O local mais procurado e seguro para o nascimento do bebé é a sala de partos, com o devido acompanhamento médico.

A sala de partos deve estar previamente equipada com o material necessário para todo o trabalho do parto, mas também deve estar preparada para qualquer imprevisto que possa surgir, tanto para a mãe como para o bebé.

A grávida dá entrada na sala de partos antes do bebé nascer, ou seja aquando do início da primeira fase do parto, com o aparecimento das contrações uterinas de forma regular, frequente e dolorosa. Todas as fases do parto devem ser acompanhadas por uma equipa médica especializada e preparada para ajudar ao nascimento do novo ser.

Importância da Doula na Gravidez, Parto e Pós-parto

Doula é uma palavra de origem grega, que significa “serva que ajuda outras mulheres”. Esta é atualmente a tarefa efetiva de uma doula, mas no sentido restrito da maternidade, apoiando a mulher durante a gravidez, no trabalho de parto e no pós-parto.

Na década de 1980 realizaram-se diversos estudos, no sentido de avaliar os benefícios de determinadas práticas de saúde materna no momento de trabalho de parto e pós-parto. Concluiu-se, então, que as puérperas tinham um desempenho e participação surpreendentemente melhores no decorrer do trabalho de parto se estivessem acompanhadas por uma mulher que lhe prestasse ajuda emocional e física durante todo o tempo.

Com a intervenção das doulas, constatou-se uma redução de:

Anestesia e controlo da dor no Trabalho de Parto

O parto é o tão esperado momento que marca final da gravidez, quando o bebé deixa o útero da mãe para dar início a uma nova vida…

Quando a mulher grávida inicia o trabalho de parto, alguns dos primeiros sintomas são o aparecimento de dores na parte inferior das costas e em toda a região abdominal; a bolsa das águas rompe-se, começam a aparecer as contrações… enfim um sem número de modificações e alterações que decorrem num curto espaço de tempo. No entanto, é das dores que a grávida sente mais receio e, hoje em dia, a maioria das mulheres grávidas usa diferentes técnicas com a finalidade de atenuar as dores inerentes ao trabalho de parto.

A maior parte das mulheres usa a anestesia como principal método para atenuar as dores. Existem três tipos de anestesia que podem ser utilizados em trabalho de parto: a anestesia epidural, a anestesia raquidiana ou anestesia combinada das duas anteriores.