Alimentação Saudável na Gravidez

Para manter uma alimentação saudável na gravidez deve dar atenção à qualidade dos alimentos e fazer uma alimentação equilibrada. Acima de tudo, há que ter bom senso. Ler mais »

Amamentação… a opção é da Mãe

A amamentação é um ato de total liberdade, que deve depende unicamente da mãe e da criança. Se num dado momento a opção for outra, nada muda em termos de Amor. Ler mais »

Azia durante a Gravidez

A azia é um sintoma comum a partir do segundo trimestre da gravidez. O seu aparecimento deve-se ao aumento do útero e às alterações hormonais que ocorrem. Ler mais »

Viver a Maternidade... prepare-se para Ser Mãe

Não há nenhum manual que a ensine a ser mãe. Mas neste artigo damos-lhe dicas úteis que a ajudam a preparar-se para viver a maternidade que cresce dentro de si. Ler mais »

Gestação: as 4 Primeiras Semanas

Começam a formar-se o cordão umbilical e a placenta, bem como as extremidades, os pulmões e o tubo neural no embrião. A mãe também sente grandes alterações... Ler mais »

 

Arquivos de Etiquetas: sintomas da gravidez

Problemas na Gravidez: gravidez ectópica

Tal como o próprio termo sugere, uma gravidez ectópica ocorre quando o óvulo fecundado se fixa fora do útero materno.

Em 95% dos casos, o óvulo adere ao revestimento das tubas uterinas (comummente designadas trompas de Falópio), resultando numa gravidez ectópica tubária. A gravidez ectópica ocorre ainda quando o óvulo se insere nos ovários, no abdómen ou no canal cervical (órgão que separa o útero da vagina e é responsável pela produção do muco vaginal). Nestes casos, designa-se gravidez ectópica abdominal ou cervical. Como as trompas, os ovários, o abdómen e o canal cervical não possuem espaço e tecidos adequados para que a gestação progrida, à medida que o feto cresce, é provável ocorrer uma rutura do órgão onde está inserido. Por essa razão, ocorrem frequentemente hemorragias que podem ser profundas e, em casos extremos, a vida da mãe pode mesmo correr perigo.

Se não for tratada, cerca de metade das gravidezes ectópicas leva ao aborto. Geralmente, a rutura de uma gravidez ectópica ocorre numa fase precoce da gestação, entre 6 e 12 semanas, dependendo do local onde o embrião está implantado.

Sangramento Vaginal durante a Gravidez

O sangramento durante a gravidez ocorre por diversas razões, podendo ser uma situação de alerta ou uma reação natural do organismo da mulher. No entanto, para as gestantes, o sangramento é sinal de que algo se passa com o bebé ou até um sintoma de aborto espontâneo.

Existem diferentes razões para ocorrer um sangramento vaginal durante a gravidez, e o motivo pode ser grave ou relativamente comum. Se constatar que há perda de sangue, mesmo que não tenha sentido dor, consulte o seu médico para realizar exames ou perceber o que efetivamente ocorreu.

A fase em que ocorre o sangramento é um fator determinante para identificar um possível problema. Se acontecer no primeiro trimestre da gravidez, pode estar relacionado com as mudanças hormonais no corpo da gestante. Há mulheres que sangram regularmente na altura em que viria a menstruação e, se não tiverem outros sintomas de gravidez, podem tomar consciência do seu estado já numa fase tardia da gestação ou mesmo quando entram em trabalho de parto.

Primeiro Trimestre da Gravidez

O primeiro trimestre de gravidez vai desde a fecundação até às 12 semanas de gestação.

Guia da Gravidez: as primeiras 4 semanas

Neste guia da gravidez iremos falar sobre as primeiras quatro semanas, quando a mulher nem sempre se apercebe de que está grávida. É importante conhecer o nosso corpo e sabermos as fases por que passamos, para que não deixemos de viver ao máximo esta fase tão importante da gravidez.

Todos os meses, normalmente há um óvulo que saí de um dos ovários e percorre as trompas de falópio até atingir o útero. No decorrer deste percurso, se o óvulo não for encontrado por nenhum espermatozoide, ocorre a menstruação, e no próximo mês, repete-se todo o processo, novamente.

Se, pelo contrário, chegar um espermatozoide ao óvulo e conseguir entrar, então ocorre a fecundação, forma-se um ovo e a mulher passa a ter um novo ser a desenvolver-se dentro de si.

Fraqueza e Desmaios durante a Gravidez

As fraquezas e desmaios são sintomas comuns durante a gravidez e podem estar associados à hipotensão (pressão arterial baixa) ou hipoglicemia (baixo nível de glicose no sangue).

Qualquer um destes sintomas se pode manifestar na sequência de mudanças bruscas de posição, quando a grávida faz jejum ou fica muito tempo sem comer (o que é totalmente desaconselhado e origina inevitavelmente fraqueza).

Normalmente, a sensação de desfalecimento, que pode levar ao desmaio, é atenuada quando a gestante se deita de lado (do esquerdo preferencialmente, onde se encontra o coração), mantendo uma respiração calma e profunda.