Picamalácia: Desejos ou Necessidades Nutricionais da Grávida?


picamalácia ou desejos na gravidez

Uma das partes mais divertidas da gravidez é sentir desejos e ver toda a gente preocupada em tentar satisfazê-los. No entanto não há qualquer estudo científico que comprove ou refute a veracidade dos desejos e/ou aversões nutricionais descritas pelas gestantes.

Toda esta questão pode até ser uma forma de a grávida conseguir atrair as atenções, afinal a tarefa de gerar um ser não é fácil e a mulher pode muito bem sentir-se no direito de ter mimos e de os ver atendidos…

Esta síndrome do desejo tem o nome de picamalácia, uma doença cuja justificação é controversa. Uma delas é que os alimentos estranhos, que antes não eram nem um pouco atraentes, trariam a sensação de alívio para náuseas e vómitos. Outra, mais aceite, é de que o corpo tem necessidades nutricionais, como o ferro, que leva a grávida a comer substâncias que, embora não sejam alimentos, contêm esse nutriente como, por exemplo, um tijolo.

Os desejos mais comuns são de doces e derivados do leite, como gelado. Mas essa vontade irresistível também pode ser uma forma de o corpo sinalizar que tem necessidades nutricionais, originando mesmo situações caricatas, como comer ferrugem ou terra vermelha, por exemplo.

Para tratar a picamalácia, a grávida precisa de ter consciência que seu corpo lhe está a dar sinais de necessidades nutricionais, a fim de repor os nutrientes que estão em falta na sua alimentação.

Nos casos mais graves, a doença pode trazer complicações graves para a gestante e para o bebé; afinal, terra e tinta descascada (lanches  comuns para quem sofre de picamalácia) não são comida, e podem causar desde feridas no estômago a envenenamento.





  1 Comment

Uma Resposta para Picamalácia: Desejos ou Necessidades Nutricionais da Grávida?

  1. felipe diz:
    Olá, me certifiquei do significado da palavra “picamalácia” com o seu post. Parabéns pelo blog ! Bj, Felipe

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>