Deve-se fazer a criopreservação de células estaminais?

Quando se aproxima o final da gravidez, surge quase sempre o dilema da criopreservação das células estaminais na discussão de qualquer casal. Isto passa-se sobretudo porque é um tema bastante controverso, há muita informação e contra informação em torno deste assunto e, por outro lado, ainda não há resultados que comprovem a sua eficácia efetiva.

A criopreservação é uma prática que permite manter conservada uma amostra de sangue ou de tecido, a baixas temperaturas (cerca de 196 graus negativos), em azoto líquido, e garantir que a sua composição permanece inalterada, por tempo indeterminado, ou pelo menos durante algum tempo.

As células estaminais são células indiferenciadas com capacidade para dar origem a diferentes tipos de células diferenciadas, que constituem os tecidos e órgãos do corpo humano.

Dicas para escolher Roupa durante a Gravidez

Quando engravida, o seu guarda-roupa terá de ser renovado com roupas práticas e confortáveis, próprias para grávidas, que a façam sentir-se bonita.

Nesta fase, não é só a barriga que aumenta, o peito também cresce e as ancas tendem a alargar. Terá, pois de comprar algumas peças que sejam confortáveis para si e para o seu bebé. Não caia no erro de vestir camisolas e camisas velhas ou macacões largos!

Pode usar alguma roupa emprestada de uma familiar que já teve filhos, desde que as peças estejam em condições e assentem bem no seu corpo – nem toda  a gente tem a mesma estatura e, como tal, o que ficava bem à sua irmã, por exemplo, pode não ser indicado para si. Acima de tudo, seja criteriosa na escolha da roupa.

Problemas na Gravidez: descolamento da placenta

O descolamento prematuro da placenta, também conhecido como placenta abrupta, é uma complicação que pode surgir durante a gravidez e consiste na separação de uma parte ou da totalidade da placenta do local onde se encontra implantada.

A placenta é um elemento de extrema importância na gravidez, uma vez que é ela o meio de trocas alimentares e de oxigénio entre o feto e a mãe. Portanto, quando uma situação destas ocorre, é encarada como uma urgência obstétrica, dado que podem estar comprometidos o desenvolvimento ou mesmo a sobrevivência do feto.

Fatores de risco:

Férias e Viagens durante a Gravidez

No verão apetecem-nos sempre umas merecidas férias para recuperar de um ano de trabalho e enfrentar os meses seguintes com forças revigoradas. No entanto, para uma grávida, há determinadas questões que se devem ter em atenção, dependendo da forma como está a decorrer a gravidez e o tempo de gestação.

Se a gravidez ainda não estiver no final e a correr sem problemas, a grávida não correrá riscos em ir de férias. No entanto, deve assegurar-se de que o local para onde vai tem condições de higiene adequadas, se o facto de viajar não lhe vai criar tensão ou até se o seu regime alimentar habitual não irá sofrer alterações.

Há que ter ainda em atenção que, apesar de todos os cuidados, pode haver uma situação de urgência a qualquer momento. Por isso, quer viaje para o estrangeiro ou para outra região do país, deverá ver se a Segurança Social ou o Seguro de Saúde que detém cobrem a ida às urgências fora do local de residência habitual.

Parto na água

O parto é um momento único na vida da mulher. No entanto, todas as mulheres desejam que o parto seja calmo, tranquilo, sem grandes dores e sem complicações.

Hoje em dia, existem várias possibilidades para a realização do parto, sendo que as mulheres devem previamente fazer uma avaliação e uma análise dos prós e dos contras de cada forma e escolherem o parto que melhor se adapte à sua realidade e desejos.

O parto na água é uma das formas do parto natural, no qual a mulher fica numa banheira ou tanque, dentro de água a uma temperatura que oscila entre os 360C e 370C, de forma a cobrir toda a barriga da grávida que está em trabalho de parto. É de salientar que apenas deve entrar para dentro da banheira quando estiver com 5 cm de dilatação, uma vez que se entrar muito cedo as contrações podem abrandar e complicar o trabalho de parto. Caso comece a sentir um relaxamento total das contrações, deve sair da banheira, caminhar durante um tempo e, de seguida, voltar para a banheira, para a continuação dos trabalhos de parto. Enquanto estiver dentro da banheira deve beber bastante água, uma vez que corre o risco de desidratar ou sofrer um sobreaquecimento.