O Consumo de Álcool durante a Gravidez


álgool na gravidez

O consumo de álcool em excesso poderá trazer consequências graves durante a gravidez, como a malformação do feto.

Uma explicação possível para tantos danos é o facto de que as bebidas alcoólicas fornecem calorias, desprovidas de proteínas, sais minerais e vitaminas, que são difíceis de ser processadas pela mãe e pelo feto. A síntese de proteína materna é diminuída, a transferência de aminoácidos pela placenta é restringida e a disponibilidade de ácido fólico, zinco, vitamina A e tiamina (vitamina B1) torna-se reduzida.

Mas é importante salientar que é o consumo excessivo de álcool que traz prejuízos. Ignora-se o limite máximo tolerado durante a gravidez, portanto deixe de beber logo que decidir engravidar ou pelo menos reduza a sua ingestão (as bebidas espirituosas deverão ser totalmente postas de parte). Por outro lado, o consumo de um copo de vinho ocasionalmente, pode até trazer benefícios.

Vá ao seu médico obstetra regularmente, faça os exames pré-natais e procure um nutricionista para corrigir possíveis erros alimentares, nomeadamente os limites no consumo de álcool.





  No comments

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>