Necessidades de ácido fólico na gravidez


Necessidades de ácido fólico na gravidez

O ácido fólico é uma vitamina do grupo B, necessária para o crescimento e desenvolvimento saudáveis. Esta vitamina é encontrado naturalmente nos alimentos, como vegetais de folhas verdes, podendo também ser ingerido através de suplementos alimentares.

Embora todos nós necessitemos de ingerir ácido fólico, ele é especialmente importante para as mulheres em idade fértil, particularmente as que planeiam engravidar. O ideal será, pois, começar a tomar um suplemento de ácido fólico antes mesmo de engravidar e não somente quando se engravida.

Para que serve o ácido fólico na gravidez?

Esta vitamina é essencial para o desenvolvimento saudável do embrião no início da gravidez. O crescimento do embrião é muito acelerado, sendo particularmente acentuado  nas primeiras semanas de vida – muitas vezes antes mesmo de a mulher saber que está grávida.

O ácido fólico, se tomado pelo menos um mês antes da gravidez e durante os primeiros três meses de gestação, irá reduzir substancialmente o risco de anomalias congénitas conhecidas como defeitos do tubo neural nos bebés. A forma mais comum deste tipo de defeitos no tubo neural é a espinha bífida (uma malformação congénita relativamente comum, caracterizada pelo fechamento incompleto do tubo neural; algumas vértebras que cobrem a medula espinal, não são totalmente formadas, permanecendo abertas e sem se fundirem).

Vejamos as doenças e/ou perturbações que podem ser prevenidas, na gestante e no feto, com a toma da quantidade adequada de ácido fólico:

  • No embrião/feto
    Espinha bífida, anencefalia, lábio leporino, doenças cardíacas;
  • Na mãe
    • prevenção da anemia;
    • diminuição do risco de pré-eclampsia durante a gestação.

Há uma diminuição de cerca de 70% nas hipóteses de ocorrerem estas alterações quando a mulher toma 1 comprimido de ácido fólico por dia, um mês antes de engravidar, e continua a tomá-lo até entrar no segundo trimestre de gestação ou até o fim da gravidez.

Além destes benefícios, o ácido fólico também ajuda na formação da placenta e no desenvolvimento do ADN do bebê.

Que quantidade de ácido fólico é necessário ingerir?

Para reduzir o risco de defeitos do tubo neural, todas as mulheres que planeiam engravidar ou que suspeitam estar grávidas devem fazer um suporte adicional de ácido fólico por dia. A quantidade deve ser idealmente indicada pelo médico obstetra que  a segue, sendo que, geralmente, é indicada a ingestão de comprimidos de 1 mg por dia.

No entanto, as mulheres que tomam remédio para epilepsia, que são obesas ou que já tiveram filhos com alguma deficiência no sistema nervoso. necessitam de quantidades maiores. Devem, pois, consultar o seu médico antes de engravidar para determinar as quantidades a tomar – que podem rondar os 5 mg diários.

Quais as melhores fontes de ácido fólico?

Para reduzir o risco de defeitos do tubo neural na gravidez, é difícil obter a quantidade suficiente desta vitamina somente a partir de fontes naturais. A melhor forma de ter certeza que ingere a quantidade necessária de ácido fólico é tomar um suplemento, associado ao consumo de alimentos naturalmente ricos em folato.

Os alimentos que são naturalmente ricos em folato são os vegetais de folhas verdes (como brócolos, espinafre e verduras), grão de bico, nozes, sumo de laranja, algumas frutas e feijão e as ervilhas.

Por sua vez, há também alimentos aos quais foi adicionado ácido fólico que podem se ingeridos, nomeadamente alguns cereais, pães, sumos e bebidas alimentares – deverá consultar o rótulo com a informação nutricional para determinar a quantidade de ácido fólico (listado como folato) que está presente em cada alimento deste género.





  No comments

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>