Medicamentos na Gravidez


medicamentos na gravidez

Durante a gravidez a mulher passa por várias mudanças e os desconfortos, sobretudo causados pelo desenvolvimento hormonal, levam-na muitas vezes a recorrer a medicamentos para superar as dores e/ou incómodos causados.

No entanto, o que é preocupante não são os medicamentos em si, até porque há muitos que são vantajosos e até necessários, mas a tendência de a mulher se automedicar, sem qualquer indicação ou vigilância médica. É frequente alguém sugerir determinado medicamento, porque se deu bem com ele ou até a grávida tomar um que tenha em casa e lhe pareça adequado para enfrentar determinada dor ou indisposição.

Acima de tudo, quando engravida, a mulher não se pode esquecer que está a gerar uma nova vida dentro de si, ainda indefesa, que depende totalmente da mãe para se desenvolver. O bebé está protegido no útero, mas a placenta não seleciona as substâncias que a atravessam. Desta forma, como o metabolismo do feto é ainda imaturo, não consegue eliminar substâncias eventualmente perigosas e/ou tóxicas dos medicamentos que passem através da placenta.

Nunca é demais lembrar a Responsabilidade que a mulher tem em vigiar a segurança e saúde do seu bebé desde a conceção, devendo seguir hábitos de vida saudáveis e tomar atitudes que mantenham o bebé protegido. A maioria dos medicamentos causa malformações fetais e não devem de forma alguma ser tomados sem prescrição médica.

Por outro lado, é verdade que, durante a gravidez, a mulher sente muitas vezes melhorias em relação a algumas doenças crónicas ou comuns antes de engravidar, como a asma ou bronquite. No entanto, deverá indicá-las ao obstetra, assim como os medicamentos que toma habitualmente, para que possam definir um eventual plano terapêutico adequado ao seu historial clínico e que não ponha em causa a saúde do bebé.





  1 Comment

Uma Resposta para Medicamentos na Gravidez

  1. Adrienne Carla diz:
    Olá, estou com 5 meses de gestação, e posso falar que não fiquei livre do uso de medicamentos durante esse período …
    Por ser portadora de asma crônica, então já comecei a gravidez fazendo uso de Alenia, este medicamento foi autorizado pelo meu pneumo e pela minha gineco.
    Pois bem, mas ao longo desse período, venho tendo crises de rinite alérgica, ao qual tive que tomar polaramine e avamys, na verdade, continuo tendo as crises…
    Agora, estou com uma diarreia sem motivo aparente … afff…. não sei mas o que fazer!
    E com tudo isso acontecendo, meu único medo é que isso faça mal ao meu bebê … :(

Responder a Adrienne Carla Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>