Alimentação Saudável na Gravidez

Para manter uma alimentação saudável na gravidez deve dar atenção à qualidade dos alimentos e fazer uma alimentação equilibrada. Acima de tudo, há que ter bom senso. Ler mais »

Amamentação… a opção é da Mãe

A amamentação é um ato de total liberdade, que deve depende unicamente da mãe e da criança. Se num dado momento a opção for outra, nada muda em termos de Amor. Ler mais »

Azia durante a Gravidez

A azia é um sintoma comum a partir do segundo trimestre da gravidez. O seu aparecimento deve-se ao aumento do útero e às alterações hormonais que ocorrem. Ler mais »

Viver a Maternidade... prepare-se para Ser Mãe

Não há nenhum manual que a ensine a ser mãe. Mas neste artigo damos-lhe dicas úteis que a ajudam a preparar-se para viver a maternidade que cresce dentro de si. Ler mais »

Gestação: as 4 Primeiras Semanas

Começam a formar-se o cordão umbilical e a placenta, bem como as extremidades, os pulmões e o tubo neural no embrião. A mãe também sente grandes alterações... Ler mais »

 

Arquivos da Categoria Planeamento Familiar

Essure: técnica alternativa de contraceção definitiva

Para as mulheres que decidiram não ter mais filhos e se sentem preparadas para uma forma permanente de controle da natalidade, a laqueação de trompas já não é a única opção.

Existe agora uma técnica de contraceção definitiva, o Essure, que consiste num procedimento menos invasivo, em que a mulher não é submetida a cortes, não sendo também necessária anestesia. Uma outra vantagem deste novo método contacetivo é ser uma técnica coberta por muitos dos seguros de saúde.

Como é feito o Essure

Influência do Stress no Tratamento da Infertilidade

Se está a tentar engravidar há algum tempo e as diversas tentativas de conceção se revelam infrutíferas, está na altura de falar com o seu médico para fazer os exames necessários e, eventualmente, iniciar um tratamento de infertilidade com o seu marido.

O diagnóstico da infertilidade do casal, assim como os tratamentos e técnicas de reprodução assistida são processos que costumam ser longos. Este longo período de espera, associado à instabilidade psicológica própria desta fase, muitas vezes interfere no relacionamento do casal, chegando mesmo a ser tudo posto em causa. No entanto, mais do que nunca, o casal precisa de se manter unido no seu objetivo de formar uma nova família.

Lembre-se sempre de que, para conseguir engravidar, tão importante é o tratamento das causas físicas da infertilidade como manter o stresse o mais longe possível da relação. Deve dar-se a máxima atenção aos primeiros sinais de stresse nesta luta do casal contra a infertilidade, a fim de travar atempadamente o desalento e desgaste psicológico que em nada irão ajudar nesta fase.

Contraceção trava Gravidez indesejada na adolescência

Uma em cada três mulheres por­tuguesas já teve, pelo menos, uma gravidez indesejada, conclui um es­tudo do Instituto de Ciências Sociais, apresentado pela Associação para o Planeamento Familiar (APF), no Dia Mundial da Contraceção. Uma das principais causas de gravidez na adolescência é a ausência de qualquer método contracetivo.

A APF tem levado a cabo várias campanhas de sensibilização para contrariar esta tendência e in­verter o crescimento dos números de gravidezes indesejadas. No entanto, e apesar dos esforços empreendidos junto dos jovens na divulgação sobre a impor­tância do uso de contracetivo, Por­tugal é um dos países europeus em que a gravidez na adolescência regista uma maior taxa – em média, um em cada vinte nascimentos.

Ainda segundo o es­tudo apresentado pela APF, mais de um terço dos jovens sexualmente activos não uti­liza regularmente contracetivos.

Importância de Planear a Gravidez

Procure planear a gravidez pelo menos três meses antes de tentar engravidar.

É nas primeiras semanas, quando provavelmente nem há suspeitas de estar grávida, que o desenvolvimento do bebé pode ser mais afetado.

Mantenha-se em forma e faça uma dieta equilibrada para garantir a alimentação e proteção do seu filho.

Aumentam Testes de Paternidade durante a gravidez

Devido a problemas de infidelidade ou ciúme entre os casais e, como alguns alegam, para acabar com os filhos ilegítimos, há cada vez mais testes de paternidade durante a gravidez. Os especialistas dizem que estes exames não são éticos e que os abortos vão aumentar…

Cada vez mais mulheres fazem o teste de paternidade durante a gravidez e muitas optam por abortar quando descobrem que os bebés são fruto da infidelidade, ou seja filhos dos amantes.

No Reino Unido, as estatísticas dizem que um em cada 25 homens poder estar a educar crianças que não são suas. A situação está a gerar polémica no país, tendo sido criados grupos pró-vida que contestam a realização destes testes e laboratórios que se recusam a fazê-los com medo de que o número de abortos aumente.