Alimentação Saudável na Gravidez


cuidados a ter com a alimentação durante a gravidez

A alimentação da mulher durante a gravidez interfere ativamente na formação dos órgãos e sistemas do feto. Por isso, e especialmente nesta fase, é fundamental que a mulher dê atenção à qualidade dos alimentos que ingere, tendo o cuidado de moderar também a quantidade.

Ao contrário do que vulgarmente se diz, a grávida não deve “comer por dois”, mas sim pensar no bem-estar dos dois – mãe e feto. O facto de a grávida comer grandes quantidades de comida pode levar à obesidade materna e, como tal, não é saudável para si nem para o bebé.

Durante a gravidez, a mulher deve ter um aumento de peso entre 9 a 12 Kg em relação ao seu peso normal. A variação depende do facto de a mulher ser naturalmente mais forte ou mais magra. Qualquer aumento ou diminuição de peso exagerado nesta fase tem repercussões na saúde materna e fetal e, como tal, a grávida não deverá cometer excessos na alimentação ou fazer quaisquer tipos de jejuns.

Alimentos obrigatórios numa gravidez saudável

Uma alimentação pobre, que não contenha alimentos dos vários grupos ou que, por outro lado, seja rica em alimentos pertencentes a apenas um grupo alimentar, poderá comprometer o crescimento saudável do bebé. Por isso, uma alimentação saudável e equilibrada na gravidez inclui alimentos dos vários grupos alimentares:

  • Frutas e legumes
    Ricos em vitaminas e sais minerais, têm  com poucas calorias e são um elemento essencial no regime alimentar da grávida. Deverá, no entanto, de ter o cuidado de os lavar bem antes de consumir.
  • Gordurasalimentação saudável na gravidez
    Devem ser ingeridas com moderação, dando preferência às gorduras vegetais, como o azeite.
  • Hidratos de carbono (pão, cereais, batatas, arroz, massas, farinha e açúcar)
    Os hidratos de carbono são a principal fonte de energia e, como tal, são muito importantes numa alimentação saudável. No entanto, devem ser consumidos também com moderação.
  • Laticínios (leite, queijo e iogurtes)
    Os laticínios são uma importante fonte de ferro e cálcio. Por isso, devem fazer parte da alimentação saudável na gravidez, sendo essenciais para bom desenvolvimento do bebé.
  • Proteínas (carne — preferencialmente magra e branca —, peixe, ovos, amêndoas, …)
    Os suplementos proteicos deverão ser evitados, pois podem ser prejudiciais ao feto.

Hábitos e alimentos a evitar durante a gravidez

Se há alimentos que devem fazer parte de um regime alimentar saudável na gravidez, há alguns tipos de alimentos que, pelo contrário, devem ser evitados ou mesmo proibidos durante o período da gestação:

  • As bebidas com cafeína (chá preto, café, refrigerantes com cafeína, …) devem ser ingeridas com moderação ou até substituídas por bebidas descafeínadas. Este cuidado deve ser tomado sobretudo como medida de precaução, pois não há nenhum estudo que associe diretamente a cafeína malformações fetais.
  • As saladas cruas fora de casa devem ser evitadas, pois não se sabe como são preparadas. Em casa, as saladas devem ser deixadas de molho e depois bem lavadas em água corrente.
  • Evite o excesso de açúcar, gorduras, fritos e temperos fortes.
  • Leite não pasteurizado e todos os produtos dele derivados.
  • Não beba bebidas alcoólicas.
  • Não tome quaisquer drogas ou medicamentos sem antes falar com o seu médico.
  • Os molhos e cremes facilmente contamináveis por bactérias ou outros micro-organismos são perentoriamente desaconselhados.

Vimos, assim, que os segredos para manter uma alimentação saudável na gravidez passam essencialmente por ter atenção à qualidade dos alimentos; fazer uma alimentação equilibrada e variada; fazer refeições ligeiras e comer várias vezes ao longo do dia; beber líquidos de forma ponderada e moderada. Mas, acima de tudo, há que conhecer o seu corpo e fazer uso do bom senso, adaptando os bons hábitos alimentares ao seu ritmo diário.





  No comments

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>