A Vida Sexual durante a Gravidez


vida sexual na gravidez

Durante a gravidez, o corpo da mulher muda muito – há uma série de mudanças hormonais que ocorrem, um turbilhão de emoções passa pela futura mãe, até a pele e os cabelos ficam diferentes… Todas essas mudanças se fazem sentir também na vida sexual.

Devido às alterações hormonais que ocorrem, a maioria das gestantes fica mais excitada durante a gravidez. Como já não há quaisquer preocupações ao nível do planeamento, uma vez que já se encontra grávida, torna-se mais fácil para a mulher soltar-se e usufruir ao máximo dos momentos de intimidade com o seu parceiro.

Além do prazer indescritível que dá estar a gerar uma vida, a grávida tem os seios maiores, por estarem inchados, os quadris mais arredondados e o brilho característico desta fase na pele, nos cabelos e nos olhos, o que também melhora a sua auto-estima. Aliás, em mulheres com uma gravidez saudável, o maior impulso para ter uma vida sexual ativa e prazerosa durante o período de gestação é mesmo o facto de se sentir bem com o seu corpo.

Se a gravidez foi desejada e há cumplicidade, tendem a aumentar as expressões e de intimidade do casal, ou seja, a vida sexual fica ainda melhor. Mas este é o quadro geral, nem sempre é assim… Há casos em que a nova forma da mulher não agrada ao parceiro ou ela própria se sente incomodada, o que leva a um desgaste na vida sexual e a uma diminuição dos momentos de sensualidade.

A Vida Sexual durante a GravidezMuitas vezes são mitos e/ou medos que causam uma barreira na vida sexual do casal. Muitos homens sentem que estão a ter uma relação “a três” ou que o bebé poderá ser de alguma forma incomodado pela penetração, o que é totalmente impossível. Também há casos em que a gravidez é vista como uma fase sagrada da vida do casal e, assim sendo, o desejo sexual tende a diminuir. Para todas estas questões ou outras que possam surgir, será bom haver uma conversa aberta e sincera entre o casal, assim como pedir aconselhamento junto do obstetra que segue a gestante ou de um terapeuta sexual.

Além de manter uma vida sexual ativa e saudável durante a gravidez, também será vantajoso o casal aproveitar os últimos meses antes da chegada do bebé para viverem momentos românticos a dois. Afinal, há que aproveitar ao máximo a presença um do outro até ao parto, porque depois vão deixar de ser um casal para passarem a ser uma família a três ou a quatro, sendo que as atenções com o bebé vão absorver grande parte do tempo que antes era vivido a dois.

A nossa sugestão é que viva a gravidez ao máximo e que aproveite cada momento de intimidade com o seu parceiro!
A proximidade entre os dois reforça os vínculos que os unem e tornam a gravidez num momento especial, ao mesmo tempo que reforça os laços entre ambos para criarem a cumplicidade necessária para um pós-parto tranquilo.





  No comments

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>