Alimentação Saudável na Gravidez

Para manter uma alimentação saudável na gravidez deve dar atenção à qualidade dos alimentos e fazer uma alimentação equilibrada. Acima de tudo, há que ter bom senso. Ler mais »

Amamentação… a opção é da Mãe

A amamentação é um ato de total liberdade, que deve depende unicamente da mãe e da criança. Se num dado momento a opção for outra, nada muda em termos de Amor. Ler mais »

Azia durante a Gravidez

A azia é um sintoma comum a partir do segundo trimestre da gravidez. O seu aparecimento deve-se ao aumento do útero e às alterações hormonais que ocorrem. Ler mais »

Viver a Maternidade... prepare-se para Ser Mãe

Não há nenhum manual que a ensine a ser mãe. Mas neste artigo damos-lhe dicas úteis que a ajudam a preparar-se para viver a maternidade que cresce dentro de si. Ler mais »

Gestação: as 4 Primeiras Semanas

Começam a formar-se o cordão umbilical e a placenta, bem como as extremidades, os pulmões e o tubo neural no embrião. A mãe também sente grandes alterações... Ler mais »

 

Arquivos Mensais: Maio 2019

Candidíase na Gravidez

As infeções vaginais são comuns durante a gravidez. A candidíase é causada pelo fungo Cândida albicans, que se encontra alojando-se no trato intestinal dos homens e das mulheres, sendo que, em quase um terço das mulheres, também aparece na vagina. Embora fazendo parte de nosso organismo, nas condições adequadas (humidade, calor e baixa resistência) o fungo propaga-se de forma descontrolada, causando a infeção.

A doença pode ser transmitida sexualmente, quer se trate de sexo vaginal, oral ou anal. Há que ter especial cuidado nos casos em que há penetração anal-vaginal, permitindo que fungos do ânus penetrem na vagina sem higienização adequada do pénis. É importante ter a noção de que o preservativo só protege parcialmente da infeção.

Durante a gravidez, devido ao aumento do estrogénio, a vagina produz mais glicogénio, que por sua vez altera o PH vaginal, proporcionando condições para a proliferação do fungo. Por este motivo, a mulher grávida está cerca de dez vezes mais suscetível à candidíase do que quando não está à espera de bebé.

Guia da Gravidez: da 29ª à 32ª semana

É chegado o oitavo mês de gravidez, está a aproximar-se o final… a angústia e a insegurança começam a aparecer em todos os passos. Aproveite estas últimos semanas para descansar o máximo possível e desfrutar deste momento, que é único na sua vida.

É muito importante que faça uma alimentação correta e equilibrada, porque é nesta fase final da gravidez que o seu bebé precisa de mais nutrientes e diversidade de alimentos, para poder crescer e desenvolver-se de forma saudável.

29ª semana de gravidez

Desconfortos durante a Gravidez

Durante a gravidez, o corpo da mulher passa por diversas alterações e é normal que sinta alguns desconfortos. Os incómodos sentidos devem-se, sobretudo, ao aumento de tamanho do útero e ao desenvolvimento hormonal, uma vez que, nesta fase, as hormonas se encontram em maior quantidade que o normal.

Neste artigo, iremos abordar os diferentes tipos de desconforto que a grávida pode sentir no decorrer da gravidez, sendo que a cada trimestre estão associadas alterações significativas. Deixamos também algumas dicas sobre como agir para poder os enfrentar da melhor forma e viver a gravidez em pleno.

1º TRIMESTRE DE GRAVIDEZ

Cuidados de Nutrição durante a Gravidez

Durante a gravidez, há determinado nutrientes que não podem faltar na alimentação da grávida, atendendo às necessidades nutricionais e benefício para a  sua saúde e a do bebé.

Vejamos em pormenor cada um dos grupos nutricionais e a importância que têm na saúde da mulher, assim como na formação e desenvolvimento do feto.

  • Proteínas
    As proteínas desempenham um papel importante na formação da placenta, sendo responsáveis por construir os tecidos do organismo, tanto da mãe como do bebé. Por isso, deverá aumentar sua ingestão durante a gravidez. Carne, leite (e seus derivados), ovos e soja são alguns exemplos de alimentos ricos em proteínas.

Prepare o seu Filho para a vinda do Irmão

Todas as crianças sentem medo de que a vinda de um irmão as remeta para  segundo plano no coração dos pais. Por isso, é fundamental que prepare o seu filho para a chegada de um bebé, mostrando-lhe desde o primeiro momento que continuará a ser amado como antes.

O nascimento de um segundo filho é um grande marco para toda a família. A reação do filho mais velho depende não só do nível de desenvolvimento em que se encontra como também do modo como a família prepara a vinda do novo elemento.

Para que haja uma adaptação saudável e uma reação natural, é bom que os pais ajudem o filho a preparar-se para essa mudança. Deve-se, portanto, iniciar a preparação da criança ainda durante a gravidez; tal possibilitará uma adaptação saudável e gradual à nova situação, ao mesmo tempo que proporciona momentos importantes para ele manifestar os seus sentimentos e incertezas, fortalecendo o relacionamento com os pais.