Alimentação Saudável na Gravidez

Para manter uma alimentação saudável na gravidez deve dar atenção à qualidade dos alimentos e fazer uma alimentação equilibrada. Acima de tudo, há que ter bom senso. Ler mais »

Amamentação… a opção é da Mãe

A amamentação é um ato de total liberdade, que deve depende unicamente da mãe e da criança. Se num dado momento a opção for outra, nada muda em termos de Amor. Ler mais »

Azia durante a Gravidez

A azia é um sintoma comum a partir do segundo trimestre da gravidez. O seu aparecimento deve-se ao aumento do útero e às alterações hormonais que ocorrem. Ler mais »

Viver a Maternidade... prepare-se para Ser Mãe

Não há nenhum manual que a ensine a ser mãe. Mas neste artigo damos-lhe dicas úteis que a ajudam a preparar-se para viver a maternidade que cresce dentro de si. Ler mais »

Gestação: as 4 Primeiras Semanas

Começam a formar-se o cordão umbilical e a placenta, bem como as extremidades, os pulmões e o tubo neural no embrião. A mãe também sente grandes alterações... Ler mais »

 

Arquivos Mensais: Junho 2018

Parto na água

O parto é um momento único na vida da mulher. No entanto, todas as mulheres desejam que o parto seja calmo, tranquilo, sem grandes dores e sem complicações.

Hoje em dia, existem várias possibilidades para a realização do parto, sendo que as mulheres devem previamente fazer uma avaliação e uma análise dos prós e dos contras de cada forma e escolherem o parto que melhor se adapte à sua realidade e desejos.

O parto na água é uma das formas do parto natural, no qual a mulher fica numa banheira ou tanque, dentro de água a uma temperatura que oscila entre os 360C e 370C, de forma a cobrir toda a barriga da grávida que está em trabalho de parto. É de salientar que apenas deve entrar para dentro da banheira quando estiver com 5 cm de dilatação, uma vez que se entrar muito cedo as contrações podem abrandar e complicar o trabalho de parto. Caso comece a sentir um relaxamento total das contrações, deve sair da banheira, caminhar durante um tempo e, de seguida, voltar para a banheira, para a continuação dos trabalhos de parto. Enquanto estiver dentro da banheira deve beber bastante água, uma vez que corre o risco de desidratar ou sofrer um sobreaquecimento.

O que acontece na sala de parto?

O parto é um momento único na vida de qualquer mulher e deve ocorrer de forma tranquila, no maior conforto possível e com a privacidade que a grávida desejar. O local mais procurado e seguro para o nascimento do bebé é a sala de partos, com o devido acompanhamento médico.

A sala de partos deve estar previamente equipada com o material necessário para todo o trabalho do parto, mas também deve estar preparada para qualquer imprevisto que possa surgir, tanto para a mãe como para o bebé.

A grávida dá entrada na sala de partos antes do bebé nascer, ou seja aquando do início da primeira fase do parto, com o aparecimento das contrações uterinas de forma regular, frequente e dolorosa. Todas as fases do parto devem ser acompanhadas por uma equipa médica especializada e preparada para ajudar ao nascimento do novo ser.

A Vida Sexual durante a Gravidez

Durante a gravidez, o corpo da mulher muda muito – há uma série de mudanças hormonais que ocorrem, um turbilhão de emoções passa pela futura mãe, até a pele e os cabelos ficam diferentes… Todas essas mudanças se fazem sentir também na vida sexual.

Devido às alterações hormonais que ocorrem, a maioria das gestantes fica mais excitada durante a gravidez. Como já não há quaisquer preocupações ao nível do planeamento, uma vez que já se encontra grávida, torna-se mais fácil para a mulher soltar-se e usufruir ao máximo dos momentos de intimidade com o seu parceiro.

Além do prazer indescritível que dá estar a gerar uma vida, a grávida tem os seios maiores, por estarem inchados, os quadris mais arredondados e o brilho característico desta fase na pele, nos cabelos e nos olhos, o que também melhora a sua auto-estima. Aliás, em mulheres com uma gravidez saudável, o maior impulso para ter uma vida sexual ativa e prazerosa durante o período de gestação é mesmo o facto de se sentir bem com o seu corpo.

Problemas de Saúde – Infertilidade Secundária

infertilidade secundáriaA infertilidade secundária é um dos problemas de saúde que, para lá das dificuldades de conceção, pode levar a uma gravidez de risco ou parto prematuro. Este tipo de infertilidade afeta muitos casais após  uma gravidez bem-sucedida e é tão comum como a infertilidade primária (quando se tenta engravidar pela primeira vez).

São várias as causas da infertilidade secundária, podendo estas estar relacionadas com o homem ou com a mulher. De entre todas elas podemos destacar as seguintes:

Saúde da mulher

Guia da Gravidez: as primeiras 4 semanas

Neste guia da gravidez iremos falar sobre as primeiras quatro semanas, quando a mulher nem sempre se apercebe de que está grávida. É importante conhecer o nosso corpo e sabermos as fases por que passamos, para que não deixemos de viver ao máximo esta fase tão importante da gravidez.

Todos os meses, normalmente há um óvulo que saí de um dos ovários e percorre as trompas de falópio até atingir o útero. No decorrer deste percurso, se o óvulo não for encontrado por nenhum espermatozoide, ocorre a menstruação, e no próximo mês, repete-se todo o processo, novamente.

Se, pelo contrário, chegar um espermatozoide ao óvulo e conseguir entrar, então ocorre a fecundação, forma-se um ovo e a mulher passa a ter um novo ser a desenvolver-se dentro de si.